Vírus produz ATP?

Os vírus são classificados como entidades biológicas, não como seres vivos. Uma importante propriedade que classifica o vírus é a ausência de metabolismo próprio, sendo uma das principais características do metabolismo a produção de ATP.




Somente organismos vivos produzem ATP ativamente, como as bactérias, fungos, protozoários e seres mais complexos como plantas e animais. A molécula de ATP atua como uma fonte essencial de energia celular. Embora haja grande controle para que a célula não perca ATP (energia) para o meio externo, algumas moléculas acabam passando a membrana e ficam no ambiente extracelular. Pela grande atividade dos elétrons, o ATP rapidamente é oxidado virando ADP + Pi. Assim a presença de ATP está acondicionada a um organismo produtor ativo nas proximidades. Nesse caso, ao detectar o ATP, detectamos a presença de uma organismos vivos e na indústria de alimentos utilizamos essa técnica indireta para a detecção de micro-organismos, como fungos, mas principalmente bactérias. Para detectar a molécula de ATP no ambiente, a ABC, distribuidor autorizado 3M, oferece como solução o sistema de monitoramento da higienização Clean-Trace ATP Superfície. O sistema conta com um poderoso software de gestão, o equipamento Luminômetro LM1 e o swab para a coleta de amostras. Como os vírus não produzem ATP, nenhum método de detecção pode indicar a sua presença, o que inclui o novo Coronavírus (SARS- CoV-2).

Como detectar e combater micro-organismos no ambiente industrial é um desafio diário. Quer saber como você pode fazer isso? Entre em contato mensagem ou Telefone/WhatsApp (22) 3824-2663.

#Microbiologia #FoodSafety #ABCFoodSafety #ABC #Higienização #Leite #antibiótico #microdealimentos #alimentos #Biofilmes #outbreak #surto #Microbiology #SarsCov2 #COVID19 #CoronaVirus #3M #3MFoodSafety #3MBrasil #ATP #CleanTrace #SwabATP

6 visualizações
receba atualizações

ABC Food Safety © 2020, powered by Dr. Conrado Vieira