Esporo microbiano

Algumas espécies microbianas possuem a capacidade de produzir esporos. São células diferenciadas, sintetizadas em condição de estresse (risco de morte celular microbiana) para garantir a perpetuação da espécie. Os esporos podem ficar adormecidos por anos e só voltar a atividade, gerando uma nova célula microbiana, quando o ambiente circunvizinho está favorável.




Na fabricação de alimentos, a maior parte dos processos são realizados para o controle microbiológico. Algumas espécies microbianas, como de Bacillus, possuem essa característica como estratégia de sobrevivência, frente a processos que possam levar a morte. O processo de formação do esporo é muito rápido e quando é iniciado é irreversível. Assim, mesmo que os processos de controle microbiano, como a pasteurização, sejam devidamente realizados, a presença de estruturas de resistência (esporos), devem ser investigadas por métodos de cultivo.



Quer receber um treinamento exclusivo e gratuito sobre controles microbiológicos? Entre em contato pelo Telefone/WhatsApp (22) 3824-2663.


#Microbiologia #FoodSafety #ABCFoodSafety #ABC #Higienização #microdealimentos #alimentos #Microbiology #HACCP #Fungo #Bolores #leveduras #Petrifilm #3M #Petrifilm3M #Bacterias #Fungos #Virus


Fonte: Martinko, and Jack Parker. Brock Biology of Microorganisms. Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall/Pearson Education, 2018.


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo