Planejamento da segurança alimentar

Para garantir a segurança do alimento, muitos aspectos devem ser levados em consideração. Quando o consumidor final leva para casa um alimento, a sua percepção sobre a qualidade do alimento se limita aos aspectos visuais, de cheiro e gosto. A relação entre a qualidade do produto e o preço está também muito associado a marca que assina tal produto. Mas, quais são os desafios para a marca em garantir um produto de qualidade que justifique o seu preço de venda?






Na indústria de alimentos, o maior desafio de uma marca, é levar um produto de qualidade para a mesa do consumidor. A cadeia produtiva tem que considerar muitos pontos para garantir essa qualidade. Veja alguns pontos críticos, que devem ser minimamente planejados no processamento de alimentos: controle primário da produção, local de fabricação, estrutura fabril, equipamentos, potenciais pontos de contaminação, fonte de água, qualidade do ar, destinação de resíduos, protocolos de higienização, quadro de colaboradores, higiene pessoal, áreas de estocagem, treinamentos, cadeia de distribuição, planos de Recall e outros aspectos que dependem do setor da indústria. Diante da cultura Food Safety, cada um desses pontos deve ser planejado e monitorado constantemente. Gerir toda essa cadeia deve ser feita de forma integrada e com fácil comunicação entre os colaboradores, o que inclui os gestores.


Quer receber um treinamento exclusivo e gratuito boas práticas de fabricação, incluindo higienização? Entre em contato pelo Telefone/WhatsApp (22) 3824-2663.


#Microbiologia #FoodSafety #ABCFoodSafety #ABC #Higienização #Leite #antibiótico #microdealimentos #alimentos #Microbiology #3M #3MFoodSafety #3MBrasil #ATP #CleanTrace #SwabATP #Petrifilm #Coliformes #EscherichiaColi #Ecoli #FlipTop #APT #AguaPeptonada #AguaPeptonadaTamponada #HACCP #Liseria #ListeriaMonocytogenes


FONTE: Robinson R. Dairy Microbiology Handbook: The Microbiology of Milk and Milk Products.; 2002.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo